4 maneiras de fidelizar clientes sem gastar muito dinheiro

4 maneiras de fidelizar clientes sem gastar muito dinheiro

Com essas dicas, seu estabelecimento vai estar preparado para fidelizar clientes e fazer com que eles retornem para consumir novamente em outra ocasião – e o mais importante, sem que para isso tenha de ser feito grande investimento por parte do gestor.

Quem acompanha o Blog da CMV certamente já percebeu que, para conduzir um estabelecimento, é preciso estar atento a uma série de desafios que podem surgir na rotina diária.

Um deles – e, talvez, um dos principais – é a questão da fidelização.

Fidelizar clientes, em linhas gerais, significa proporcionar uma experiência tão interessante que o faça voltar outra vez (e outra, e outra, etc.).

A era da experiência

Já faz algum tempo que a economia de um modo geral tem focado seus holofotes na questão da experiência. Não basta ter um bom produto ou serviço, mas também proporcionar um momento memorável ao consumidor.

E não se trata de um balcão de bar ou mesa de restaurante, é uma característica que está presente em compras no e-commerce, numa prestação de serviço em TI, numa loja de calçados, etc..

Diante dessa constatação, que é global, se faz necessário tomar como exemplos essa tendência para fidelizar clientes em seu estabelecimento. Aqui vão algumas dicas:

Dicas para fidelizar clientes sem gastar muito

Reunimos aqui algumas sugestões de boas práticas que podem interferir no retorno certo do consumidor ao estabelecimento, com medidas que não devem envolver grandes valores para o seu caixa.

1. Atendimento top

Até utilizamos uma gíria para mostrar, de forma direta, como deve ser feito o contato entre sua equipe e os clientes.

Ser especial na forma de receber o consumidor é uma regra primordial que serve para todos os dias em que o estabelecimento estiver em funcionamento. Entretanto, no primeiro atendimento, esse contato deve ser ainda mais marcante.

É preciso que o cliente enxergue uma casa bem organizada e uma equipe entrosada, pronta para atender seus pedidos à mesa.

2. Saiba ouvir

Acredite, há um número muito grande de consumidores que têm uma voz e gostariam de ser ouvidos.

Ao saber ouvir quem consome em seu estabelecimento, você cria um forte canal de relacionamento para feedbacks.

São esses retornos que vão servir como termômetro ao gestor, para saber em que pontos está acertando e errando.

3. Invista em relacionamento

Nesse caso, é o relacionamento que vai além do bom atendimento – mas de ferramentas que possam intensificar essas características.

Hoje existem tecnologias com a possibilidade de aproximar o cliente, que podem estar vinculadas, por exemplo, às redes sociais, e que vão estabelecer essa conectividade com as pessoas que receberam seus serviços.

São formas de conhecer melhor o seu cliente, oferecer um atendimento personalizado, ter acesso a seu histórico de pedidos, enviar mensagens nominais e ainda ter uma métrica sobre sua satisfação.

4. Ofereça promoções

Em um mercado tão competitivo, ter promoções estratégicas pode ser um diferencial para impactar o cliente – e ter a chance de fidelizá-lo.

É claro que a promoção deve ser feita sob um rígido planejamento. Ela deve ajudar na aproximação do público e ser algo positivo e não o contrário – se transformar em prejuízo ou dor de cabeça para o gestor.

Utilize a inteligência de relacionamento – já citada entre as dicas – para saber de forma mais precisa o que pode ser oferecido ao seu perfil de cliente mais usual.

A CMV possui um serviço de consultoria para donos de bares e restaurantes que buscam boas práticas e acompanhamento para todos os setores da operação. Fale conosco e receba mais informações.